COMORBIDADES

 

Como explica o site www.entendendooautismo.com.br:

"De acordo com pesquisas, cerca de dois terços de pacientes diagnosticados com autismo apresentam transtornos psiquiátricos associados. Há casos de crianças que manifestam até mais de um. No entanto, como cada situação é única, fica difícil falar sobre as incidências".

TOC

OIP-1.jpg

O TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo é caracterizado pela compulsão e obsessão, que são pensamentos persistentes que sem sentido que invadem a cabeça do paciente.

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

TOD

download.jpg

Os sinais e sintomas do transtorno opositor desafiador (TOD) são comportamentos antissociais e desafiadores, sendo os mais marcantes: a rebeldia, a teimosia e a recusa em obedecer os adultos.

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

HIPOTONIA MUSCULAR

OIP.jpg

A hipotonia ou o tônus muscular baixo é a diminuição da força muscular e dos músculos.

Por isso, os músculos não são tão firmes quanto o esperado em termos de desenvolvimento.

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

DEPRESSÃO

OIP.jpg

Engana-se quem acha que não existe depressão infantil. ⠀As pessoas acreditam que nessa fase da vida não há problemas que possam fazer uma criança ficar deprimida. Mas é de extrema importância que você saiba diferenciar se seu filho está apenas triste ou deprimido. Para saber mais, clique no link abaixo:

EPILEPSIA

download.jpg

A epilepsia – que significa “transtorno convulsivo” por ser marcada por crises convulsivas ou convulsões recorrentes – é o quarto transtorno neurológico mais comum e afeta pessoas de todas as idades.

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

TDAH

OIP-1.jpg

TDAH - Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade) é caraterizado pelo prejuízo na modulação da atenção, por hiperatividade e impulsividade.

Para saber mais, clique no link abaixo:

DISLEXIA 

OIP.jpg

Dica do IG @neuroconecta: A dislexia é um transtorno de aprendizagem que causa problemas de leitura, escrita e ortografia. Estima-se que a dislexia atinja entre 5% a 17% da população mundial e costuma ser diagnosticada na idade escolar.

Pessoas disléxicas sentem dificuldade na pronúncia de palavras e na capacidade de compreensão. Por isso, podem apresentar problemas de desempenho escolar.

Mas, algumas atividades podem contribuir para que a criança aprenda e se adapte na escola. Veja, a seguir, algumas dicas.

SÍNDROMES

Captura_de_Tela_2020-10-05_às_16.25.04

Dica do IG  @anitabritooficial:

"Diversas síndromes conhecidas têm alta prevalência de pessoas com autismo, isto é muito importante reconhecer para que se faça uma boa intervenção (ABA) com a finalidade de melhorar a qualidade de vida destas pessoas.
A prestigiada revista Lancet fez uma revisão do percentual de autismo em cada uma destas síndromes em que mais comumente o TEA aparece e os resultados são esses.

 

Você tem filho ou aluno com alguma dessas condições e autismo? Foi difícil este diagnóstico?

📚 Leia você mesmo a pesquisa: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S2215036615003764?fbclid=IwAR0PkC6v5-kZepNcwQcV5jaP_tx5ijpbicMKG0GhwU-BA1jJvS1OViEw9SY

Reposted from @lucelmo.lacerda"

DISGRAFIA  

Captura_de_Tela_2020-10-05_às_16.17.24

Dica do IG  @anitabritooficial:

A Disgrafia é um transtorno de aprendizagem que afeta a qualidade da escrita, no que se refere ao seu traçado ou à grafia.

A criança apresenta dificuldade com a ortografia e caligrafia. Muitas vezes as pessoas acham que aquela criança tem apenas a letra feia, mas na verdade ela pode ter esse transtorno.

Veja alguns sinais comuns em crianças com disgrafia:

➢ Letras muito largas, muito pequenas, ou com tamanho inconsistente;
➢ Letras sobrepostas;
➢ Espaçamento inconsistente entre letras;
➢ Alinhamento incorreto;
➢ Falta de fluência na escrita
➢ Ritmo da Escrita muito lento ou muito rápido
➢ Uso incorreto de letras maiúsculas e minúsculas;
➢ Dificuldade em copiar palavras
➢ Posição incomum do corpo ou da mão ao escrever
➢ Apertam firme na caneta ou lápis
➢ Omitem letras e palavras de frases

Reposted from @neuroconecta

DISCALCULIA 

IMG_7867.jpg

A discalculia é a dificuldade para aprender matemática, que impede a criança de entender cálculos simples, como somar ou subtrair valores, mesmo quando não existe outro problema de cognição. Dessa forma, esta alteração é muitas vezes comparada com a dislexia, mas para números.

Para saber mais, clique no link abaixo:

ALTAS HABILIDADES

download.jpg

Crianças superdotadas podem eventualmente sofrer de problemas no ajustamento socioemocional. Uma vez que o desenvolvimento das capacidades mentais e intelectuais encontra-se muito acentuado, e incompatível com os pares da mesma idade, é comum que o superdotado tenha prejuízos na interação social, devido à dificuldade em compartilhar os mesmos interesses, entre outros aspectos.

Para saber mais, clique no link abaixo:

DISTÚRBIOS DO SONO

OIP-19.jpg

Estima-se que a quantidade de pessoas com autismo que passam por dificuldades na hora de dormir varie entre 40% a 80%. Para dicas de como amenizar esse momento tão importante e torná-lo prazeroso, clique no link abaixo:

SÍNDROME X FRÁGIL

A Síndrome do X Frágil é uma condição do neurodesenvolvimento, genética, de caráter dominante e hereditária,geralmente associada ao Transtorno do Espectro Autista

OBESIDADE

Esta é mais uma comorbidade que pode estar presente no TEA. Saiba mais clicando no link abaixo:

ANSIEDADE E MEDOS 

OIP-2.jpg

É muito comum crianças com autismo sofrerem de ansiedade e terem medos irracionais e fobias. 

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

APRAXIA

download.jpg

Ocorre quando a pessoa tem o desejo de falar e os músculos da boca e língua são capazes de formar palavras.

 

Para saber mais, clique no link abaixo:

PICA

1-28.jpg

Pica refere-se a comer ou colocar na boca itens não comestíveis, como pedras, terra, metal e fezes.

A razão pela qual uma pessoa no espectro do autismo pode experienciar pica pode ser médica, dietética, sensorial ou comportamental,

COMORBIDADES

Como explica Dr. Paulo Liberalesso no IG @tea.cerena:

 

"Devido ao significativo aumento no número de novos diagnósticos de transtorno do espectro autista, esta condição rapidamente vem se tornando uma das mais pesquisadas por neurocientistas em todo o mundo.
.
Hoje, somos capazes de compreender os sinais e sintomas que devem estar presentes para que o diagnóstico seja realizado, assim como compreendemos melhor como o tratamento deve ser conduzido.
.
Estudos com grandes populações recentemente demonstram de forma definitiva as bases genéticas do autismo na imensa maioria dos casos. Sabemos, também, que diversas outras condições neuropsiquiátricas também vem se tornando cada vez mais frequentes nas últimas décadas.
.
Isso se torna bastante claro quando analisamos a escalada da depressão em todo o mundo. Dados recentes da Organização Mundial de Saúde apontam que em 2020 a depressão será a doença mais incapacitante do mundo. O suicídio é a segunda causa de morte mais frequente entre jovens no mundo e a terceira no Brasil.
.
E se analisarmos outras doenças neuropsiquiátricas como o TDAH, transtorno de humor bipolar, esquizofrenia e o transtorno obsessivo compulsivo, chegaremos a conclusão de que o aumento do TEA é somente uma pequena peça em um gigantesco quebra cabeças.
.
Este estudo publicado em 2019 na Comprehensive Psychiatry mostra as comorbidades neuropsiquiátricas em um grupo de 658 crianças e adolescentes no TEA.
.
RESULTADOS DA PESQUISA:
.
59% - QI superior a 70.
.
81% - TEA associado a transtorno do déficit de atenção, concentração e hiperatividade. .
46% - TEA associado a transtorno opositor e desafiante.
.
12% - TEA associado a transtorno de conduta.
.
8% - TEA associado a transtorno de humor.
.
66% - TEA associado a duas ou mais comorbidades neuropsiquiátricas'.

Segue uma relação de Comorbidades, ou seja, de outras patologias comuns ao Autismo, de acordo com o IG sindrome_de-asperger_autismo:

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon

© 2023 by Grace Homecare. Proudly created with Wix.com