Captura_de_Tela_2020-04-22_às_09.14.57

Como explica Dra. Deborah Kerches:

"A hiperlexia é definida especialmente pela capacidade de leitura precoce de uma criança, geralmente associada a fascínio por letras e números. Algumas, começam a identificar letras e números por volta dos 18 meses a 2 anos e entre 2-3 anos começam a ler palavras de forma espontânea. Essas características naturalmente surpreendem pais e educadores, mas merecem um olhar atento pois podem, em alguns casos, estar mascarando dificuldades no desenvolvimento da criança.
A hiperlexia pode coexistir com o autismo. Nesses casos, a criança pode apresentar habilidade de leitura precoce, mas com prejuízos na compreensão da linguagem e nas interações sociais. Ela pode, por exemplo, ler um livro inteiro mas não compreender o que leu; não saber responder a questões simples como “qual o seu nome”; ter dificuldades na pega do lápis ou giz de cera para escrever (o que pode ser explicado pela dificuldade com a coordenação motora fina que a escrita exige).
Como a capacidade de leitura precoce se sobressai, tais dificuldades podem passar despercebidas, nestes casos, uma intervenção multidisciplinar pode se fazer necessária, com um trabalho voltado ao desenvolvimento da linguagem e da comunicação social dessa criança.


Como a criança com TEA e hiperlexia costuma ser um bom aprendiz visual, estímulos visuais e a própria leitura podem ajudar muito no desenvolvimento.
A hiperlexia nem sempre está associada ao autismo. Há crianças bem pequenas que aprendem a ler precocemente e não têm nenhuma alteração em outra área do desenvolvimento. Tal característica pode estar associada, por exemplo, a altas habilidades/superdotação.


A habilidade de leitura precoce costuma ser observada por educadores e/ou pais, que não devem hesitar em procurar um especialista, a fim de avaliar se esta habilidade está ou não associada à outra condição do neurodesenvolvimento. Após avaliação, a criança receberá o estímulo mais adequado às suas necessidades".

HIPERLEXIA

Captura_de_Tela_2020-02-26_às_15.32.03.

A realização das atividades da vida diária treinam a criança para a vida, aumentam suas independência e aprimoram suas habilidades. Para Saber como, clique no link abaixo: 

ESCREVER - AVD's

th.jpg

Geralmente pessoas com Autismo têm dificuldade de pegar na caneta e na tesoura, por isso é importante trabalhar com a Coordenação Motora Fina, para que possa aprender a escrever, como explicamos no link abaixo:

ESCREVER

Captura_de_Tela_2020-02-28_às_13.19.57.

Você sabia que quem tem Transtorno do Processamento Sensorial pode ter dificuldade para ficar sentado?

 

Como explica o IG @friskasensorial:

"Sim! Num transtorno tátil e proprioceptivo, o contato e pressão das pernas como o chão ou com a cadeira pode ser bem desagradável. No vestibular, ficar parado pode dar sensação de desequilíbrio e tontura, então a criança precisa se movimentar para melhorar. No auditivo, se o ambiente for barulhento, ficar quieto também vai ser bem difícil. E assim com os outros sentidos. E o que vai acontecer na escola? Dificuldade para ficar sentado, dificuldade de aprendizado, e muitas queixas. Existem outros motivos para esse comportamento mas TPS pode acometer 1 em cada 6 crianças, devemos pensar sempre nessa possibilidade!!""

Para entender melhor sobre as questões sensoriais e como lidar com elas, clique no link abaixo:

FICAR SENTADO

Captura_de_Tela_2020-02-17_às_17.38.16.

Dani Botelho ensina: Esperar

Existem momentos em que todos temos que esperar…

Temos que esperar na fila, esperar nossa comida em um restaurante, temos que esperar o que pedimos, e esperar e esperar e esperar…
Também precisamos de esperar para recebermos atenção.

É mais uma habilidade que precisamos ensinar para a VIDA da criança, e que vai fazer diferença também na redução dos comportamentos inadequados.

Então, como ensinamos o aluno a esperar?

Assim como ensinamos quase tudo... a gente “quebra” a habilidade em pequenos passos, e sistematicamente vamos aumentando o tempo de espera e reforçando o sucesso.

Podemos ensinar em um ambiente mais controlado, como a sala de terapia e depois generalizar essa habilidade em um ambiente mais natural. Sempre criando oportunidades para que a criança espere por um brinquedo, uma atividade ou pela atenção de um adulto.

No café da manhã, quando for entregar o suco para a criança faça ela esperar por alguns segundos. Use as atividades que acontecem todo dia para trabalhar isso.

Não se esqueçam de SEMPRE reforçar o comportamento apropriado!

Muito bem! Você esperou pelo brinquedo!
Muito bem! Você esperou pela mamãe!

APRENDER A ESPERAR

Captura_de_Tela_2020-06-22_às_15.41.40

IG @entendendoautismo explica: "É possível alfabetizar uma criança com autismo?

Como funciona o processo? Quais os pré-requisitos? O método é um só? É mesmo importante?

A Lu Brites esclarece um ponto fundamental nesse vídeo sobre o que deve ser levado em consideração antes de tudo na alfabetização no TEA".

APRENDER A ESPERAR

Captura_de_Tela_2019-01-09_às_17.39.02.p

O canal do Youtube CEI Desenvolvimento Humano apresenta vários vídeos explicando como treinar certas habilidades, como PERMANECER SENTADO, ESPERAR, etc. Para acessar o canal, clique no link abaixo:

PERMANECER SENTADO

Captura_de_Tela_2020-06-15_às_16.06.07

Dica do IG @asperger_tea_asperger. Para acessar, clique no link abaixo:

RODA DAS PALAVRAS

IMG_6666.JPG

Uma das dificuldades das crianças com autismo é a interpretação de texto, devido a abstração. Uma forma de lidar com isso é usando os interesses restritos, como a história que fiz do Sonic, que o Matheus adora, para depois ele responder. 

INTERPRETAÇÃO TEXTO

IMG_7354.jpg

Outra forma de treinar que a criança assista a TV sentada, por exemplo, é você ficar com o controle e, se a criança se levantar, você desliga ou pausa, explicando que para assistir TV, tem que ficar sentada. Assim você estará aproveitando a hora de descanso para ensinar alguma coisa!

A mamãe Denisse Gassid ensinou assim a fofa Duda, que antes não queria parar quieta e agora já assiste a TV sentadinha, conforme vídeo abaixo:

PERMANECER SENTADO- TV

Captura_de_Tela_2020-04-22_às_08.41.14

Como ensina Dra. Deborah Kerches:

 

"8 de setembro - Dia Mundial da Alfabetização. Data para pensarmos não só na importância da alfabetização, mas também nos desafios relacionados a ela hoje.
A alfabetização é definida como o processo de aprendizagem onde se desenvolve a habilidade de ler e escrever de maneira adequada e a utilizar esta habilidade como um código de comunicação com o seu meio.

 

A alfabetização é facilitadora do desenvolvimento em sua integralidade, pois amplia as possibilidades de aprendizado, a busca pelo conhecimento, formação do senso crítico, socialização, além de ser um importante instrumento de lazer.
O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) está relacionado à alfabetização. Pesquisas mostram que quanto mais pessoas alfabetizadas existem em um país, maior é o índice de desenvolvimento dele.
Os esforços para erradicar o analfabetismo não devem cessar. Ainda existe uma quantidade significativa de adultos que não sabem ler e escrever e de pessoas (adultos e crianças) consideradas analfabetas funcionais (não conseguem interpretar o que leem).

 

A alfabetização não pode ser privilégio!
Todos merecem ser alfabetizados e de maneira adaptada às suas necessidades".

ALFABETIZAÇÃO

Captura de Tela 2020-01-24 à(s) 21.32.4

Dica de APP para treinar essas habilidades. 

SOMAR E SUBTRAIR

APP ABC DO BITA

Aplicativo que a criança aprende as letras brincando. 

LEITURA

O IG @neurosaberoficial explica: "A leitura é, sem dúvida, uma das atividades mais ricas que o ser humano pode realizar. Além de abrir as portas para um mundo sem limites, o ato de ler também contribui imensamente para o conhecimento, a bagagem cultural, etc. Que tal então incentivar a criança desde já? Quando uma pessoa é apresentada a esse universo precocemente, é muito provável que ela torne tal hábito indispensável em sua vida".

APP APRENDER A LER

Depois que a criança já estiver bem íntima com as letras, já pode começar a brincar com esse aplicativo, que ajuda no processo de aprender a ler. 

TINYTAP JOGOS EDUCACIONAIS 

Este aplicativo desenvolve uma série de habilidades. São mais de 150.000 jogos interativos de aprendizagem criado por terapeutas, educadores e professores do mundo todo, para crianças de 2 a 8 anos, com o passo-a-passo da aprendizagem, que envolve matemática, leitura, interpretação, comandos e outras, classificados de acordo com a idade da criança.

 

Mas ATENÇÃO, esse aplicativo NÃO É GRATUITO e após baixar cobra automaticamente uma tarifa mensal ou anual, cujos valores em Fevereiro/2020 variam de R$ 15,90 por mês a R$ 194,90 no plano anual. Veja nas imagens abaixo algumas das atividades do aplicativo. 

ALFABETIZAÇÃO

No evento @ico_project, a pedagoga Sara Yoshikawa, do @atividade_adaptada indicou este livro para o ensino da leitura, para crianças com dificuldade de aprendizado. 

ALFABETIZAÇÃO - RIMAS

Como ensina o IG @neurosaberoficial:

 

"É bastante comum que os alfabetizadores estimulem primeiro a correspondência letra-som, mas isso não deveria acontecer. ✍

A primeira coisa que deve ser estimulada é a consciência fonológica, para que as relações entre o som e a letra se tornem naturais para a criança. 🗣

A segmentação dos sons – consciência fonêmica – deve ser a última coisa a ser trabalhada.

Antes disso, é preciso investir em rimas, aliteração etc. Devido à importância do tema, teremos um capítulo todo dedicado a isso mais a frente.

Veja essa atividade simples e super eficaz para trabalhar rimas com as crianças". 

BRINCADEIRAS - MATEMÁTICA 

Como ensina o IG @neurosaberoficial:

 

"É bastante comum que os alfabetizadores estimulem primeiro a correspondência letra-som, mas isso não devExistem muitos tipos de jogos de matemática, e cada tipo pode ajudar as crianças a praticar diferentes habilidades. Esta tabela detalha algumas das opções.". 

LEITURA LENTA

Como ensina o IG @neurosaberoficial:

 

"A leitura é um processo que envolve muitas habilidades.

Portanto, quando as crianças leem mais devagar do que as outras da idade, mas se saem bem em outras coisas, há muitas razões possíveis.

Nem sempre significa que eles têm problemas de leitura, e não é que não sejam tão inteligentes tanto quanto as outras crianças.

Mas, às vezes, as crianças que lêem lentamente precisam de ajuda.

Veja na imagem 8 razões comuns pelas quais as crianças leem devagar.". 

APRENDER INGLÊS

O App Fun English with Doki promove o conhecimento da língua inglesa com muita diversão.

RELÓGIO

Veja que demais essa dica do IG @sindrome_de_asperger_autismo para ensinar as horas.

BRINCAR COM DINHEIRINHO 

Fazer brincadeiras com dinheirinho, como fazer compras e calcular o troco, por exemplo, são muito estimulantes para aprender a fazer contas.

JOGOS DE MATEMÁTICA

Para crianças que adoram fazer contas, esse aplicativo é uma diversão.

MULTIPLICAÇÃO

Para crianças que adoram fazer contas e querem aprender a multiplicar, esse aplicativo é uma diversão.

ESCRITA

Como explica o IG @asperger_tea_asperger:

"🌀A escrita é uma verdadeira praxia motora. O desenvolvimento dessa habilidade manual, por meio do exercício, permitirá que os movimentos sejam organizados e tornem-se automáticos. O domínio da mão sobre o lápis envolve:
-🔹 ajuste tônico do braço e uma adequada pressão sobre o instrumento.
-🔹 uma preensão digital localizada e continuada do instrumento de escrita.
- 🔹ajuste óculo-manual e visodigital sobre o movimento realizado.
🌀Escrever envolve o desenvolvimento de um novo código de comunicação; para o qual deve ser desenvolvida a especificidade de certas áreas neuropsicológicas. É necessário também que a criança aceite as convenções sociais da língua escrita:
-🔹 a direção da escrita (da esquerda para a direita➡⬅ ; de cima para baixo⬆⬇);
-🔹localização correta das letras pela sua orientação espacial; (b, d)
-🔹 reconhecimento de um espaço limitado e reduzido (a folha de papel) aceitando as margens da página e as linhas onde deve escrever.
-🔹a concentração numa tarefa manual por um período prolongado para o qual é necessária uma postura adequada e relativa calma. Deve possuir um auto controle adequado.
-🔹 uma letra legível que considere o esquema gráfico correspondente a cada grafema.
-🔹 a aceitação de que a linguagem escrita segue regras convencionais ➖➖➖➖➖➖
⏺até os dois anos - garatujas
⏺dois anos e meio - incorporados os traços horizontal e vertical
⏺três anos - desenha com intenção de representar-se ou o outro.
⏺quatro anos - surge a figura humana na forma de girino.
⏺cinco anos - começa a desenhar figuras geométricas, quadrado.
⏺seis anos - incorpora o losango como forma geométrica e a criança sabe desenhar como ferramenta de comunicação.
⏺sete anos - máximo desenvolvimento do desenho como jogo, aumenta a presença de detalhes.
⏺oito anos - o esquema corporal é estampado por completo no desenho, surgindo detalhes como o pescoço.
⏺dez anos - aparece a perspectiva
Fonte: Lv Transtorno de Aprendizagem e Autismo"

Image-1.png

Se um objetivo parece muito distante, quando fracionamos em pequenos passos, ele pode ir se tornando aos poucos cada vez mais possível. 

Neste sentido explica o IG @danibotelhoaba:

"A análise de tarefas é o processo de dividir uma habilidade em componentes menores e mais gerenciáveis. ⠀⠀
⠀⠀
Uma vez concluída a análise da tarefa, ela pode ser usada para ensinar aos alunos com TEA uma habilidade que é muito difícil/complicada para ensinar de uma só vez. ⠀⠀
⠀⠀
Outras estratégias, como ensino por tentativas discretas, modelar com vídeo e reforço, podem ser usadas para ensinar os componentes individuais/menores, construindo um sobre o outro, até que a habilidade seja concluída.⠀⠀
⠀⠀
Primeiro passo:⠀⠀
Identificar a habilidade alvo⠀⠀
Professores / profissionais identificam a habilidade alvo que desejam ensinar ao aluno.⠀⠀
Fazer um sanduíche, colocar a blusa, lavar as mãos, escovar os dentes, arrumar a mesa do jantar, ir ao banheiro, usar o microondas, etc...⠀⠀
⠀⠀
Segundo passo:⠀⠀
Identificar as habilidades de pré-requisito do aluno e os materiais necessários para ensinar a tarefa.⠀⠀
⠀⠀
Terceiro passo:⠀⠀
Professores / profissionais dividem a habilidade em etapas menores para que⠀⠀
que um aluno possa demonstrar com êxito a habilidade seguindo cada etapa.⠀⠀
⠀⠀
⠀⠀
ANÁLISE DA TAREFA EXEMPLOS⠀⠀
⠀⠀
Lavar as mãos⠀⠀
1. Abrir a torneira⠀⠀
2. Molhar as mãos⠀⠀
3. Pegar o sabão⠀⠀
4. Ensaboar as mãos⠀⠀
5. Enxaguar as mãos⠀⠀
6. Fechar a torneira/água⠀⠀
7. Secas as mãos⠀⠀
⠀⠀
Escovar os dentes (SIMPLIFICADA)⠀⠀
1. Colocar pasta na escova⠀⠀
2. Molhar a escova⠀⠀
3. Escovar os dentes⠀⠀
4. Cuspir a água⠀⠀
5. Enxaguar a boca"

FRACIONAR OBJETIVOS

th.jpg

Sempre que foram treinadas novas habilidades, recomenda-se o uso de Roteiros Visuais, com o passo-a-passo do que se espera que seja feito, conforme link abaixo:

ROTEIROS VISUAIS

th-1.jpg

Para dicas de inclusão e adaptação escolar, Direitos e outras dicas, clique no link abaixo:

DICAS ESCOLA

MÉTODO FÔNICO

Para crianças com Autismo, geralmente a maneira mais fácil de alfabetizar é através do Método Fônico, ou seja, ensinando primeiro os sons de cada letra para construir a mistura destes sons em conjunto e alcançar a pronúncia completa da palavra. Afinal, pessoas com Autismo geralmente são literais, então podem não entender a união das letras, se considerar a nomenclatura delas, exemplo: B (bê) + A = Bea, ao invés de BA). Por isso, é recomendável ensinar o som de cada letra.

TIRO AO ALVO PARA A ESCRITA

Você sabia que o tiro ao alvo está extremamente relacionado com a cópia no quadro e a escrita?

 

A T.O. Helenize Vieira explica: “Isso porque ela envolve coordenação óculo motora, sequenciamento de movimentos e planejamento motor. Pra gente conseguir fazer esse tipo de atividade tem que estar tudo integrado e se tiver alguma dificuldade de integrar esse movimento dos olhos com a mão vai ser mais difícil a criança conseguir escrever.

 

Quando a criança começa escrever e tem dificuldade para fazer cópia, que está relacionada a movimentação e o planejamento motor, a solução para melhorar essa habilidade é o treino do tiro ao alvo”.

BRINCAR COM AS LETRAS

É recomendável também brincar com as letras, conforme vídeos das fofas gêmeas do IG @autismogemelar e outros.

BRINCAR COM AS LETRAS

Veja mais brincadeiras das fofas gêmeas do IG @autismogemelar e outros.

BRINCAR COM AS LETRAS

É recomendável também brincar com as letras, ouvir músicas, etc., conforme vídeos das fofas gêmeas do IG @autismogemelar e outros.

MÚSICAS DO ALFABETO

Há diversos vídeos de músicas do Alfabeto no Youtube. Vale à pena assistirem e cantarem juntos nessa fase da alfabetização.

ALFABETO PERSONALIZADO 

Para fixar melhor, é interessante criar um alfabeto para a criança, usando nomes de seus amigos, familiares, personagens e interesses favoritos, como esse alfabeto do Matheus, por exemplo. 

DICAS ALFABETIZAÇÃO 

Maria Cláudia Brito dá dicas para alfabetização de crianças com Autismo. Acesse mais dicas no seu canal do Youtube. 

DICA DE JOGO 

Há diversos jogos que você pode brincar com a criança estimulando a alfabetização, como este SÍ-LA-BAS da Grow. 

LIVROS PRIMEIRAS PALAVRAS 

Além disso, há diversos livros de primeiras palavras, que podem ser aproveitados também na fase da alfabetização. 

EXERCÍCIOS ALFABETIZAÇÃO

MAIS ATIVIDADES E CARTÕES 

APLICATIVO para estímulo de ALFABETIZAÇÃO para Android desenvolvido por um jovem brasileiro de apenas 15 anos com Autismo (grau leve), Matheus Vieira @ms_vitorino @hildetetimoteo

.

Para BAIXAR, pesquise pelo nome   ALFAMATH na PLAYSTORE.

LETRAS MAIÚSCULAS E MINÚSCULAS

Segue dica de uma atividade legal para treinar as letras minúsculas após aprender as maiúsculas, do IG @bemtequerobabysitters. 

Veja também a dica do site www.gestaoeducacional.com.br sobre quando devemos usar as letras maiúsculas e minúsculas no link abaixo:

É POSSÍVEL ALFABETIZAR UMA CRIANÇA COM AUTISMO?

 

É possível alfabetizar uma criança com altismo?

Como funciona o processo? Quais os pré-requisitos? O método é um só? É mesmo importante?

Lu Brites esclarece um ponto fundamental nesse vídeo sobre o que deve ser levado em consideração antes de tudo na alfabetização. Acesse o vídeo clicando no link abaixo:

ESTILOS DE APRENDIZAGEM

Como explica o IG @asperger_tea_asperger:

"Uma historinha pra vocês. "Era uma vez uma escola para animais. Os professores tinham certeza que possuíam um programa de estudos inclusivo, porém, por algum motivo, todos os animais estavam indo mal. O pato era a estrela da classe de natação, porém, não conseguia subir nas árvores. O macaco era excelente subindo em árvores, mas era reprovado em natação. Os frangos se destacavam nos estudos sobre grãos, mas desorganizavam tanto a aula de subir em árvores que sempre acabavam na sala do diretor. Os coelhos eram sensacionais nas corridas, mas precisavam de aulas particulares de natação. O mais triste de tudo era ver as tartarugas, que, depois de vários exames e testes foram diagnosticadas como tendo "atraso de desenvolvimento". De fato, foram enviadas para uma classe de aducação especial numa distante toca de esquilos. A pergunta é: quem eram os verdadeiros fracassados?

Esta história pode ajudar a compreender que cada estudante, cada ser humano é uma criação única. Possuímos uma série de talentos, capacidades e maneiras de aprender. Cada um de nós apoia-se em diferentes sentidos para captar e organizar a informação, para aproximar-nos dos objetos de conhecimento.

Fonte: Livro Transtorno de Aprendizagem e Autismo"

ANTES DA ALFABETIZAÇÃO

 

O IG @entendendoautismo ensina:

Após a avaliação das competências e habilidades que envolvem a leitura e a escrita no autismo, e determinado que a criança tem a capacidade de ser alfabetizada, é importante entender que a consciência fonológica é o primeiro passo.

A consciência fonológica é a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem, compreendendo dois níveis:

1. Consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras em sílabas e as sílabas em fonemas.

2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas. (Byrne e Fielding-Barnsley, 1989)

É a etapa mais importante que antecede a alfabetização, e permite que ela seja realizada com sucesso.

Veja nas imagens algumas dicas para trabalhar atividades que desenvolvam tal habilidade.

12w

QUANTOS TEM?

Contando com o Matheus

Please reload

APLICATIVO APRENDER A CONTAR

Este aplicativo tem versão em português e ajuda a ensinar a contar de forma divertida, estimulando também a coordenação motora fina, já que é necessário contar clicando com o dedo indicador em cada item.

APLICATIVO ESCREVER LETRAS

Há alguns aplicativos para ensinar a escrever, como esse alfabeto para colorir e outros de caligrafia. 

Please reload

HIPERLEXIA

Um dos mais fascinantes fenômenos cognitivos de algumas pessoas com autismo é a presença das denominadas “ilhas de habilidades especiais”, tornando-os PRODIGIOSOS em uma habilidade específica, quando isto ocorre com letras e números precocemente, denomina-se HIPERLEXIA. Foi o que aconteceu com o Matheus!

Claro que não se deve estimular o interesse restrito sem função, mas, como fiz no caso do Matheus, aproveitei este INTERESSE para DESENVOLVER outras HABILIDADES, em especial suas maiores DIFICULDADES - a LINGUAGEM e a INTERAÇÃO. 

Entenda mais sobre HIPERLEXIA, como explica o site www.entendendooautismo.com.br:

"CARACTERÍSTICAS DA HIPERLEXIA EM AUTISTAS

Os distúrbios que compõem o grupo do TEA (Transtorno do Espectro Autista) ainda suscitam muitas dúvidas entre pais, professores e vários profissionais de diferentes áreas, principalmente aquelas voltadas para a saúde. O assunto de hoje tenta debruçar sobre as características da hiperlexia em autistas.

O autismo por si só é responsável pela preocupação de todos os adultos que tenham, em seu convívio, alguma criança que fuja do comportamento adequado. No entanto, não podemos generalizar a conduta de uma pessoa com o transtorno pelo fato de cada uma delas apresentar uma peculiaridade. Embora todas elas demonstrem uma nítida dificuldade de interação.

No caso da hiperlexia, por exemplo, o autista pode ter facilidade notável com a habilidade da leitura; por outro lado, a comunicação oral é, na maioria das vezes, bem aquém do esperado. Esse caso é corriqueiramente confundido com a síndrome de Asperger. Atenção para não confundir.

Talvez a associação se deva ao fato de a criança ter facilidade para reunir as sílabas, formar palavras e até ler uma frase inteira.

 

Lembrando, no entanto, que a informação lida nem sempre é compreendida pelo pequeno, o que deslegitima qualquer justificativa equivocada de que tal habilidade tenha origem em algum método de ensino.

O detalhe que precisa ser levado em conta é de que a hiperlexia em autistas deve ser acompanhado por profissionais. As intervenções são multidisciplinares e requer muita participação dos pais.

Veja abaixo os detalhes das características manifestadas pelas crianças:

– Pessoas diagnosticadas com hiperlexia costumam demonstrar facilidade para identificar os símbolos (letras isoladas). Tudo isso a partir dos 18 meses de vida. Aos três anos, as crianças já conseguem formar palavras e até ler algumas frases; capacidade precoce;

– Contudo, os pequenos têm grandes dificuldades em lidar com a comunicação oral e a identificação de fonemas;

– Problemas para a interação com outras pessoas;

– Os testes de Q.I. feitos em uma criança hiperléxica dão resultados mais favoráveis a ela do que em autistas sem esse distúrbio;

– Inadequação para o uso das palavras quando usadas na fala;

Importante saber

Apesar das características apontadas, a capacidade de leitura precoce pode ser um importante meio de comunicação.

O que causa a hiperlexia?

Ainda não existe um consenso entre estudiosos acerca do transtorno, o que dá margens para muitas teorias. No entanto, alguns pesquisadores vêm, há décadas, trazendo hipóteses para o que deve ser a causa da hiperlexia.

O que fazer?

 

Procurar acompanhamento especializado com profissionais que podem oferecer todo o suporte para a saúde mental da criança; assim como a habilidade de interação do pequeno.

O aluno hiperléxico e autista no ambiente escolar

Embora a inclusão seja ideal para a vida de uma pessoa, a vida acadêmica do estudante estará condicionada à evolução do transtorno associado ao autismo. Como cada paciente apresenta uma característica peculiar, é aconselhável conversar bastante com os profissionais que oferecem a intervenção. Somente com o aval deles,  torna-se possível uma resposta sobre a situação escolar da criança.

O que os pais jamais devem se esquecer é que eles podem e devem estimular o contato do pequeno com os demais colegas e familiares da mesma faixa etária. A interação com os outros pode ser algo construído.

ATIVIDADES QUE ESTIMULAM A APRENDIZAGEM E ALFABETIZAÇÃO

 

Luciana Brites dá dicas que estimulam a aprendizagem.

ENSINANDO MATEMÁTICA

 

No evento @ico_project, a pedagoga Sara Yoshikawa, do @atividade_adaptada, demonstrou seu método.

 

Inspirada em algumas dicas, fiz uma atividade com o Matheus ensinando como SOMAR, primeiro de forma concreta com Lego (um de seus brinquedos favoritos) e depois de modo formal (acadêmico), fazendo a conta na lousa. Na etapa de somar, segui a dica - minha vez, nossa vez e sua vez.

 

Como ele não sabia somar e não estava interessado, combinei que ao acabar ele ganharia um 🍫 BIS (REFORÇO).

 

ATENÇÃO: Para ensinar a soma, são pré-requisitos saber IMITAR, focar a ATENÇÃO, atender COMANDOS, conhecer os NÚMEROS, saber CONTAR e outros. Antes de iniciar, TREINE bastante e avalie se os pré-requisitos estão firmes para evitar frustrações e dê toda a AJUDA necessária.

 

No caso de crianças não-verbais, é possível usar imagens dos números nas horas da resposta Verbal. 

Captura_de_Tela_2020-04-17_às_18.11.57

O site Minha Vida trouxe uma matéria sobre Discalculia que contou com uma entrevista minha. Seguem considerações.
.
A DISCALCULIA é um transtorno específico de aprendizagem em matemática em que há inabilidade ou incapacidade em compreender, pensar, raciocinar em relação a números, símbolos e conceitos matemáticos; há dificuldades visuo-espaciais, de quantidade e proporcionalidade. Pode acometer indivíduos de todas as idades e tem prevalência na população de 3-6,5%. A discalculia não afeta somente o desempenho escolar, mas também gera comprometimentos no dia a dia. Mesmo sem perceber, usamos conceitos matemáticos o tempo todo,ex.,calcular o tempo para chegar a um compromisso; planejar custos; calcular distâncias; identificar horas em um relógio; distinguir direito e esquerdo e até para fazer uma receita.
Muito precocemente as crianças já podem apresentar alguns sinais de dificuldade com a habilidade matemática que vão se acentuando à medida que crescem. Não só os pais, mas também a escola são fundamentais na identificação dos sinais.
Algumas dificuldades: aprender a contar; guardar brinquedos em sequência lógica; sequenciar, nomear e classificar números; relacionar o símbolo ao som; resolver problemas e executar cálculos numéricos; diferenciar curto/longo, grande/pequeno, igual/diferente, maior/menor; identificar horas; entender tabelas e medidas; entre outros. As dificuldades não podem ser explicadas por falta de acesso a recursos matemáticos; transtornos psiquiátricos; deficiência intelectual, visual ou auditiva.
Devido às dificuldades, algumas crianças desenvolvem perda de interesse nas atividades escolares, baixa autoestima, ansiedade, depressão, fobia escolar, o que prejudica ainda mais a apropriação deste conhecimento.
O diagnóstico deve ser multidisciplinar e o tratamento prevê intervenção especializada de acordo com as particularidades de cada criança, preferencialmente de início precoce e intensivo para evitar não só prejuízos neste aprendizado, mas também, no seu desenvolvimento emocional e psíquico.

DESCALCULIA

Captura_de_Tela_2019-03-07_às_23.58.18.p

Clique no arquivo PDF abaixo para acessar o caderno de atividades de Educação Infantil para treino de alfabetização e números:

ATIVIDADES

Captura_de_Tela_2019-03-08_às_00.05.19_e

Clique no arquivo PDF abaixo para acessar caderno de atividades de Educação Infantil para treino de alfabetização e números:

QUEM COMEÇA COM ESSA LETRA

Captura_de_Tela_2019-03-08_às_00.11.46.p

Clique no arquivo PDF abaixo para acessar:

NUMERE AS PALAVRAS

Captura_de_Tela_2019-03-08_às_00.16.25.p

Clique no arquivo PDF abaixo para acessar:

NÚMEROS

Captura_de_Tela_2019-03-08_às_01.51.27.p

Clique no arquivo PDF abaixo para acessar:

NÚMEROS

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon

© 2023 by Grace Homecare. Proudly created with Wix.com