INTERAÇÃO SOCIAL

Para que haja INTERAÇÃO, é importante treinar o olhar da criança e demais habilidades de linguagem VERBAL e NÃO-VERBAL, como explicamos melhor nas respectivas páginas do site. 

A IMPORTÂNCIA DO VÍNCULO DOS PAIS COM OS FILHOS COM DEFICIÊNCIA

Mayra Gaiato

Mayra explica a importância do vínculo e da aceitação da criança com Autismo ou com outras deficiências. A importância de falarmos o quanto os amamos, em especial na hora em que estão quase adormecidas. 

NOSSA CONVERSA COM MAYRA GAIATO

Segue nossa conversa sobre interação social.

Nesta conversa, contamos como fizemos para estimular a interação do Matheus.

No Início

Nas primeiras vezes que executou o método ABA, o Matheus apresentava bastante resistência e precisava ser buscado de volta repetidas vezes. Quando finalmente ficava sentado, precisava de ajuda total para executar os comandos (mesmo com ajuda total recebe reforço). No início, o ideal é aplicar em dupla, conforme vídeo abaixo. Mas com o tempo há um desenvolvimento natural, como aconteceu no caso do Matheus, que acabou entendendo a necessidade de ficar sentado, aumentar a concentração e cumprir as solicitações, como vemos nos demais vídeos.

DICAS DE BRINCADEIRAS

Mayra Gaiato

DICA INTERAÇÃO PARES

Juliana Moura

DICA INTERAÇÃO ESCOLA

Kaká do Autistologos

Please reload

ATENÇÃO BIFOCAL 

 

A criança autista normalmente fica fechada em seu mundo e ignora completamente o que ocorre ao redor, fixando toda sua atenção para apenas uma tarefa de seu interesse. É importante estimular que trabalhe então a atenção bifocal, como por exemplo, chamá-lo enquanto estiver brincando ou assistindo um vídeo, conforme discorrido no Item Atender o Chamado e Olhar acima, por exemplo.

 

Outra forma de estimular a atenção bifocal seria deixar tocando músicas enquanto brinca. Assim ele estará prestando atenção na melodia e na letra, ou até mesmo cantando e dançando enquanto brinca. 

 

 

JOGOS E BRINCADEIRAS

 

Além de preparar para interação, os jogos e brincadeiras melhoram a concentração.

 

Aproveite para trabalhar a escolha (qual você quer brincar?), ganhar e perder (não ganha reforço quando perde) e a concentração.

 

Escolha pelo menos 1 jogo por dia.

Seguem alguns exemplos:

Quebra-Cabeça (alfabetização => Quebra-Cabeça Silábico)

Dominó

Jogo da Memória

Dentes do Jacaré

Porquinho Comilão

Lince

Sombras do Backyardigans

O Mestre Mandou

Pula-Pirata

Bola (jogar, rolar, cesta, gol, etc.)

Brincar de pegar

Brincar de imitar a criança com brinquedo igual ao da criança, copiar seus movimentos)

Soprar bolhas de sabão

Surpresa - colocar objetos dentro de uma caixa e retirando com surpresa ou esconder pela casa

Brincar com bonecos e fantoches, fazendo diálogos 

Esconde-esconde

ROTINAS SOCIAIS SENSORIAIS

IG @pequenoscatarinas

ENSINANDO A JOGAR

Mayra Gaiato explica como Brincar

DICAS PARA BRINCAR

A psicóloga Juliana Moura do @mund0kids ensina como BRINCAR de forma a estimular diversos aspectos importantes para o DESENVOLVIMENTO da criança, como IMITAÇÃO, COMANDOS, LINGUAGEM, COORDENAÇÃO MOTORA FINA E GROSSA, INTERAÇÃO, aprendizado dos NÚMEROS, SEQUÊNCIA e ainda como dar AJUDA aos COMANDOS (de acordo com o Modelo DENVER, com suporte do menor para o maior - verbal, gestual e físico) e o REFORÇO ao final para estimular o comportamento adequado (Parabééééns, muito bem!).

DICAS PARA BRINCAR

A psicóloga Juliana Moura do @mund0kids ensina como BRINCAR com Dino Papa Tudo e Geleca.

JOGO DA MEMÓRIA

CAÇA AO TESOURO

Essa brincadeira estimula a LINGUAGEM (pois a criança associa a pista ao objeto) e a INTERAÇÃO entre os participantes. Além disso, usa o Método ABA, estimulando o comportamento positivo, ao atribuir um REFORÇO ("tesouro") ao COMANDO, com a AJUDA que for necessária. Inicialmente, crie pistas fáceis que levem ao tesouro, que pode ser um pirulito, uma bala ou algo que a criança adore! No início faça em poucas etapas, para que entenda a brincadeira e depois vá aumentando.

FAZ DE CONTA

@apontandoparaofuturo.autism

BRINCANDO PRA ESTIMULAR A INTERAÇÃO

LUDO

CAÇA AO TESOURO AVANÇADO

Este nível mais avançado estimula a compreensão da LINGUAGEM através de "charadas".

PAREAMENTO

@apontandoparaofuturo.autism

PAREAMENTO

@autismogemelar

LINGUAGEM / ANIMAIS

@autismogemelar

LINGUAGEM / FORMAS GEOMÉTRICAS

@autismogemelar

LINGUAGEM / LETRAS

@autismogemelar

LINGUAGEM / NÚMEROS

@autismogemelar

LINGUAGEM / INSETOS (ATENÇÃO: ensine que insetos de verdade não devem ser tocados)

@autismogemelar

RESTRINGINDO O USO DE ELETRÔNICOS

Mayra Gaiato explica que eletrônicos devem ser limitados

Please reload

BRINCAR SOLITÁRIO (0-2 Anos)

Dani Botelho

Como ensina Dani Botelho:

"BRINCAR SOLITÁRIO


O que as crianças aprendem quando conseguem brincar sozinhas:

• maior independência durante o tempo livre.
• o desenvolvimento de comportamentos alternativos que pode substituir os comportamentos estereotipados (por exemplo, um carro em uma pista de corrida em vez de balançar o carro para cima e para baixo na frente dos olhos).

• uma maneira de interagir socialmente com colegas.

Como posso preparar meu filho para a fase de brincar solitário?

• Manipulação de brinquedos com um passo e depois com dois passos


O objetivo da manipulação de brinquedos é ensinar seu filho a imitar ações com brinquedos.


Esta é a base para ensinar seu filho as funções de como usar objetos e brincar com brinquedos funcionalmente.


Habilidades de imitação são a base da aprendizagem observacional e são essenciais para brincadeiras mais complexas e podem melhorar as habilidades imitativas.

Como ensinar a manipulação de brinquedos de um passo:

Comece ensinando seu filho a imitar uma ação, por exemplo, colocando uma única peça do quebra-cabeça, colocando uma forma em um brinquedo de formas, ou movendo um carrinho.


Lembre-se sempre do reforço positivo quando seu filho estiver envolvido na atividade.


Use também as dicas de ajudas e gradualmente tire essas ajudas para que seu filho se envolva na atividade de forma independente.


Além disso, ensine ações diferentes para cada brinquedo para expandir suas habilidades de brincar com brinquedos diferentes.

Como ensinar a manipulação de brinquedos de dois passos:

Você ensina a ele duas seqüências de ações.
Por exemplo, coloque uma boneca no carro e empurre o carro ou o copinho na boca da boneca e depois a boneca na cama.

Exemplos adicionais:

Um passo
Bata o martelo de brinquedo numa superfície
Faça o movimento de pular com um animal
Pentear o cabelo da boneca
Bater pandeiro

Dois passos
Copo na boca da boneca, coloque a boneca na cama
Rolar a boca, quicar a bola
Pressione os botões no telefone, telefone ao ouvido
Fazer o animal de brinquedo andar, depois dar comidinha para ele
Colocar uma colher em uma tigela, mexer a colher na tigela

Como você tem ajudado seu filho(a)?"

BRINCAR PARALELO (+2 Anos)

Dani Botelho

Como ensina Dani Botelho:

"Como posso preparar meu filho para participar de brincadeiras paralelas com outras crianças?

Ensinar seu filho a participar de brincadeiras solitárias e, portanto, brincar funcionalmente com brinquedos seria a primeira etapa (por exemplo, brincar de carrinho ou empilhar anéis). Quando seu filho tiver várias brincadeiras solitárias como: colorir, brincar, brincar de blocos, massinha, quebra-cabeças, você pode usar essas brincadeiras para trabalhar na brincadeira paralela.

Como posso apoiar o desenvolvimento do meu filho nesta fase?

Brincar paralelo com um adulto aonde VOCÊ participa com a criança.

Sente junto com ele para colorir por exemplo. Tenha dois conjuntos de materiais (um para você e um para o seu filho). Comece a colorir o papel e observe se seu filho vai começar a atividade. Se ele não começar, você pode dar uma ajuda verbal para "colorir" e apontar para o giz de cera.
Quando seu filho começar a colorir, reforce elogiando e use uma recompensa tangível, se necessário. Lembre-se REFORÇO POSITIVO onde adicionamos um estímulo para que a resposta aumente, aconteça de novo.
Não é porque a criança gosta de uma atividade que isso vai funcionar como reforço positivo, se o comportamento NÃO esta aumentando, NÃO é reforço positivo.

Brincar paralelo com outra criança

Uma estratégia inicial que você pode usar é usar brinquedos e / ou atividades altamente motivadoras para ambas as crianças.
Além disso, lembre-se de como manipular o ambiente para promover maior proximidade entre as crianças.
Se puder escolher um lugar pequeno como um tapete ou uma mesinha.
Pode usar aquelas mesinhas (ou balde por exemplo) para brincar com água ou areia, colocar blocos em um tapete pequeno ou ter papel, giz, canetinha numa mesinha.

Ao ensinar seu filho a brincar em paralelo, considere também se ele pode tolerar outra criança muito perto. Inicialmente, as crianças podem estar mais afastadas, mas gradualmente você vai diminuindo essa distância.
Lembre-se do reforço positivo!!! Selecione também um colega que seja cooperativo e que seja um bom modelo para o seu filho.

Lembre-se de reforçar as duas crianças quando elas estão envolvidas no brincar paralelo!"

BRINCAR ASSOCIADO (3 - 4 Anos)

Dani Botelho

Como ensina Dani Botelho:

"Ocorre entre duas ou mais crianças à medida que crescem e se desenvolvem socialmente e emocionalmente.⠀⠀
⠀⠀
Para promover essa interação precisamos de:⠀⠀
⠀⠀ • um ambiente positivo. Modele e incentive um comportamento educado e respeitoso com os outros.⠀⠀
⠀⠀ • um número de crianças que brincam juntas. Você pode começar com apenas 2 e depois trabalhar com um número maior de crianças.⠀⠀
⠀⠀ • decidir o tempo que a criança ficará nessa atividade. Você pode começar a brincar por 2 minutos e prolongar o tempo.⠀⠀
⠀⠀ • apresentar e explicar claramente a atividade.⠀⠀
⠀⠀
Conseguir que as crianças compartilhem e brinquem juntas pode ser complicado. É importante estabelecer atividades que dêem a cada criança um papel distinto e, ao mesmo tempo, exijam que as crianças se ajudem.⠀⠀
⠀⠀
Brinquedos que podem facilitar essa interação:⠀⠀
⠀⠀ • Instrumentos musicais: de maracas a pandeiros, o uso de instrumentos juntos permite que as crianças participem juntas, e podem até “montar” uma banda.⠀⠀
⠀⠀ • Cartas: brincar com jogos de cartas básicos e aprender a seguir regras simples é um grande passo para a cooperação. Por volta dos 4 anos de idade, as crianças conseguem deixar de lado o que querem fazer e respeitar as regras do grupo.⠀⠀
⠀⠀ • Bonecos e bichos de pelúcia: os companheiros de brincadeira podem dar vida a amigos inanimados e encenar histórias e aventuras com mais de um personagem.⠀⠀
⠀⠀ • Livros infantis: as crianças adoram compartilhar histórias. Incentive-os a interpretar a voz de um personagem diferente e a produzir os sons descritos na história, enquanto leem ou recontam a história juntos.⠀⠀
⠀⠀ • Quebra-cabeças: Colocar todas as peças no lugar é mais fácil - e mais agradável - quando pequenos solucionadores de problemas montam juntos.⠀⠀
⠀⠀ • Figuras, carros e blocos: construindo com blocos, adicionando figuras, carros, sinais de trânsito e coisas semelhantes, as crianças aprendem das idéias umas das outras e vêem como o poder da brincadeira em grupo pode adicionar diversão.⠀⠀
⠀⠀ • Roupas de vestir: são acessórios perfeitos para permitir que as crianças compartilhem idéias imaginativas e se transformem em uma lista infinita de papéis."

BRINCAR COOPERATIVO (+ 4 Anos)

Dani Botelho

Como ensina Dani Botelho:

"Ocorre entre duas ou mais crianças à medida que crescem e se desenvolvem socialmente e emocionalmente.⠀⠀
⠀⠀
Para promover essa interação precisamos de:⠀⠀
⠀⠀ • um ambiente positivo. Modele e incentive um comportamento educado e respeitoso com os outros.⠀⠀
⠀⠀ • um número de crianças que brincam juntas. Você pode começar com apenas 2 e depois trabalhar com um número maior de crianças.⠀⠀
⠀⠀ • decidir o tempo que a criança ficará nessa atividade. Você pode começar a brincar por 2 minutos e prolongar o tempo.⠀⠀
⠀⠀ • apresentar e explicar claramente a atividade.⠀⠀
⠀⠀
Conseguir que as crianças compartilhem e brinquem juntas pode ser complicado. É importante estabelecer atividades que dêem a cada criança um papel distinto e, ao mesmo tempo, exijam que as crianças se ajudem.⠀⠀
⠀⠀
Brinquedos que podem facilitar essa interação:⠀⠀
⠀⠀ • Instrumentos musicais: de maracas a pandeiros, o uso de instrumentos juntos permite que as crianças participem juntas, e podem até “montar” uma banda.⠀⠀
⠀⠀ • Cartas: brincar com jogos de cartas básicos e aprender a seguir regras simples é um grande passo para a cooperação. Por volta dos 4 anos de idade, as crianças conseguem deixar de lado o que querem fazer e respeitar as regras do grupo.⠀⠀
⠀⠀ • Bonecos e bichos de pelúcia: os companheiros de brincadeira podem dar vida a amigos inanimados e encenar histórias e aventuras com mais de um personagem.⠀⠀
⠀⠀ • Livros infantis: as crianças adoram compartilhar histórias. Incentive-os a interpretar a voz de um personagem diferente e a produzir os sons descritos na história, enquanto leem ou recontam a história juntos.⠀⠀
⠀⠀ • Quebra-cabeças: Colocar todas as peças no lugar é mais fácil - e mais agradável - quando pequenos solucionadores de problemas montam juntos.⠀⠀
⠀⠀ • Figuras, carros e blocos: construindo com blocos, adicionando figuras, carros, sinais de trânsito e coisas semelhantes, as crianças aprendem das idéias umas das outras e vêem como o poder da brincadeira em grupo pode adicionar diversão.⠀⠀
⠀⠀ • Roupas de vestir: são acessórios perfeitos para permitir que as crianças compartilhem idéias imaginativas e se transformem em uma lista infinita de papéis".

DESENVOLVIMENTO DAS BRINCADEIRAS

DANI BOTELHO

Como explica Dani Botelho em seu IG:

"A melhor maneira de aprender qualquer coisa é através das brincadeiras.⠀

As crianças não apenas podem aprender sobre ciência, matemática e geografia, mas também podem aprender habilidades sociais importantes enquanto brincam. ⠀

As crianças podem aprender sobre resolução de problemas, a se defender por si mesmas, habilidades para tomar decisões, trabalhar em grupos, compartilhar e resolver conflitos.⠀

À medida que as crianças se desenvolvem e crescem, o mesmo acontece com a maneira de brincar.⠀

Brincar Desocupado (Nascimento-3 Meses)⠀

Nesta fase, o bebê está apenas fazendo muitos movimentos com os braços, pernas, mãos, pés, etc. ⠀
Eles estão aprendendo e descobrindo como o corpo se move.⠀

Brincar Solitário (Nascimento-2 Anos)⠀

Este é o estágio em que uma criança brinca sozinha. Ainda não estão interessados ​​em brincar com os outros.⠀

Comportamento de Espectador (2 Anos)⠀

Durante esta fase, uma criança começa a assistir outras crianças brincando, mas não brinca com elas.⠀

Brincar Paralelo (2+ Anos) ⠀

Quando uma criança brinca ao lado ou perto de outras pessoas, mas não brinca com elas.⠀

Brincar Associado (3-4 Anos)⠀

Quando uma criança começa a interagir com outras pessoas durante a brincadeira, mas não há muita interação nesse estágio. ⠀

Uma criança pode estar fazendo uma atividade relacionada às crianças ao seu redor, mas pode não estar realmente interagindo com outra criança, mas essa interação vai aumentando. ⠀

Por exemplo, todas as crianças podem estar brincando no mesmo equipamento de parquinho, mas todas fazendo coisas diferentes, como subir, balançar etc.⠀

Brincar Cooperativo (4+ anos)⠀

Quando uma criança brinca junto com outras pessoas e tem interesse tanto na atividade quanto em outras crianças envolvidas, está participando de brincadeiras cooperativas.⠀

Essas etapas são diretrizes gerais para o que esperar das habilidades lúdicas de seu filho, mas lembre-se de que cada criança é DIFERENTE!!!!"⠀ ⠀
 

BRINCAR É COISA SÉRIA

Fonoaudióloga Giovana Sette

Como explica a fonoaudióloga Giovanna Sette: 

"O brincar é pré requisito para o desenvolvimento cognitivo e da linguagem das crianças. No entanto, hoje em dia, tem sido cada vez mais raro as crianças sentarem com seus pais ou amigos para brincar. Com agendas soterradas de atividades extra-curriculares e o uso de celulares e iPads cada vez mais intenso, as crianças brincam pouco e precocemente interrompem esse processo.


É durante o jogo de imitação, a representação de diferentes papéis e o simbolismo, que a criança conhece o mundo, interpreta-o, resolve conflitos e, principalmente, desenvolve e aperfeiçoa a linguagem, as interações sociais e o cognitivo.


Portanto, estimule seu filho a brincar. Sente no chão, crie e simule representações, leve-o ao parquinho. Entenda que, para a criança, o brincar é tão ou mais importante que outras atividades.


Citando Winnicott (1975) "a brincadeira é universal e é própria da saúde: o brincar facilita o crescer, logo a saúde"."

DOMINÓ

Dominó com 6 Peças

Como o Matheus não entendia, iniciei com um dominó que eu mesma fiz em casa, com apenas 3 variáveis - estrela, círculo e coração, ou seja, de apenas 6 peças, conforme foto abaixo. Quando chega na vez dele, tampo com a mão ou uma toalhinha o miolo do jogo, para que enxergue somente as pontas do dominó. Há também na internet para comprar - Dominó Animais Domésticos Ciabrink / casadaeducacao.com.br)