TOC

 

Como ensina o IG @cbiofmiami:

"O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) na infância tem início em média aos 10 anos de idade. A genética é um grande preditor de transtornos ansiosos, então é comum encontrarmos história de TOC ou transtorno de tiques em outro membro da família.
.
O TOC é caracterizado pela compulsão e obsessão, que são pensamentos persistentes que sem sentido que invadem a cabeça do paciente. O próprio paciente os reconhece como sem sentido, mas não consegue controlá-los. Podem apresentar-se como repetição de palavras, frases, pensamentos, medos, números e fotos que normalmente estão relacionadas com ideias de limpeza, contaminação, segurança, agressão ou sexo.
.
Os principais sintomas de TOC na idade escolar são: gasto excessivo de tempo na arrumação do material escolar com rituais de simetria; rituais de repetição na execução de exercícios escolares; perfeccionismo; releituras de textos inúmeras vezes; repetições de perguntas diversas vezes; solicitação de repetição de frases; repetidos pedidos de desculpas; colecionismo de objetos inúteis como jornais velhos e papéis de bala; verificação excessiva de fechaduras e portas; banhos prolongados diversas vezes ao dia"

Captura_de_Tela_2020-09-18_às_17.34.28

TOC

Dra. Deborah Kerches 

Dra. Deborah divulgou no seu IG @dradeborahkerches:

"Meu artigo publicado no Pedline (Portal on-line de pediatria) sobre características do Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) no espectro autista e cuidados que essa associação pede". Segue link abaixo:

Captura_de_Tela_2020-02-26_às_19.54.47.

TRATAMENTO 

Neurosaber

O IG @neurosaberoficial explica:

"Por que é importante tratar o TOC? 

Muito tem se falado sobre o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) e sobre o quanto os pensamentos compulsivos e as obsessões geram ansiedade no paciente. Mas, afinal, por que é importante tratar o TOC? Aprenda mais sobre o tema com o Dr. Clay Brites.

Captura_de_Tela_2020-02-27_às_11.25.44.

PRIMEIROS SINTOMAS

Neurosaber

O IG @neurosaberoficial explica:

"Você sabe quando começam os primeiros sintomas do Transtorno Obsessivo Compulsivo, também conhecido como TOC? 😨

Eles podem ocorrer em qualquer momento da vida, seja na infância, adolescência ou até na fase adulta, mas se manifesta de forma mais perceptível no início da adolescência.


Hoje, atendendo à pedidos, o Dr. Clay vai responder a essa pergunta, explicando como esse transtorno atinge a vida dos jovens. Vamos aprender?""

 

Assista o vídeo no link abaixo:

OIP-1.jpg

TOC NA INFÂNCIA

Neurosaber

O site www.neurosaber.com.br explica:

"

O que é TOC na Infância?

Você sabia que crianças podem desenvolver TOC? É isso mesmo, o transtorno obsessivo compulsivo pode ser muito comum entre os pequenos. Contudo, o TOC infantil pode ser amenizado com tratamentos adequados. Mas antes vale a pena rever algumas características que ajudarão pais e profissionais a identificarem os sinais e os traços manifestados pela criança.

Esclarecendo

Muita gente se confunde na hora de conceituar a obsessão e a compulsão, mas colocaremos a seguir o significado de cada uma. Veja abaixo:

– Obsessão: pensamentos ou ideias que aparecem de repente na mente de uma pessoa. Com isso, ela passa a imaginar que tal pensamento é real e que isso vai levar a um problema se ela não fizer alguma coisa para solucioná-lo. Em muitos casos, o indivíduo passa a pensar que tudo de errado que acontece é culpa dele. Vale lembrar, no entanto, que não se trata de alucinação, mas pensamentos que surgem e que acabam tornando a pessoa refém da própria mente.

– Compulsão: a compulsão é o ato motor, é uma ação. Exemplo: trancar a porta várias vezes para ter a certeza que fechou a casa.

Criança com TOC e o aprendizado na escola

É importante lembrar que a criança que apresenta TOC não tem o aprendizado pedagógico prejudicado. Porém, é provável que o rendimento escolar do aluno fique comprometido diante do pensamento obsessivo, que insiste em tomar conta de sua mente; ou, então, do perfeccionismo que a criança pode ter ao escrever uma palavra.

O pequeno fica preso nesses detalhes sem aproveitar o conteúdo dado em sala de aula. Outro ponto é que o aluno pensa que se utilizar alguma palavra, isso pode levá-lo a uma situação de tragédia, por exemplo.  Essa característica é bem comum entre crianças que tenham TOC (pensar que algo de ruim vai acontecer se não fizer determinada coisa ou se afastar de seus pais).

Comorbidades associadas ao TOC

O transtorno obsessivo compulsivo pode apresentar algumas comorbidades, tais como: esquizofrenia, TDAH, bipolaridade, Síndrome de Touret, Transtorno de Espectro de Autismo, tiques (estímulos motores imprevisíveis, sem planejamento).

Como caracterizar um TOC

Antes desta informação, vale dizer que somente o acompanhamento de um profissional é capaz de identificar a existência do transtorno. Uma pista que sua criança possa estar com o TOC é quando esses pensamentos obsessivos e atitudes compulsivas ocorrem, pelo menos, uma hora por dia.

Problemas gerados pelo TOC

Uma criança com TOC pode manifestar problemas na vida acadêmica, emocional, social, profissional (quando adulto) e afetiva. A pessoa deixa de fazer coisas importantes para ficar imersa nessas situações. Além disso, tais atitudes (TOC) geram angústia e medo.

Hereditariedade

Geralmente, a criança com TOC pode ter tal transtorno proveniente de algum parente que manifeste tais condições.

Autismo e TOC

O autismo associado ao TOC pode ocorrer em 6% a 10% das crianças com autismo.

Por que a criança omite a existência do TOC?

Na verdade, o pequeno não saberá passar a mensagem que tem TOC. Isto cabe aos pais e educadores na percepção de alguns traços incomuns para uma criança. Esses sinais podem ser dores de cabeça, dor de barriga, tristeza repentina e angústia. Aliás, o pequeno, ao sentir esses incômodos, pode ficar com medo de manifestar tal situação e ser reprimido pelos pais.

Tratamento

O tratamento do TOC é feito através de medicamento, psicoterapia comportamental e suporte escolar com profissionais capacitados.

TOC

Como explica Dra. Deborah Kerches: 

O TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) pode iniciar já na infância e adolescência e a prevalência parece ser similar em adultos. Mais de 1/3 dos adultos com TOC tiveram seus sintomas iniciais na infância. É mais comum em pessoas ansiosas; inflexíveis; com tendência ao perfeccionismo e preocupações, por ex. com regras, moral, organização, horários. Caracteriza-se por obsessão (pensamentos, ideias) e compulsão (ações repetitivas). Estes pensamentos persistentes geram angústia e ansiedade e as ações compulsivas seriam uma tentativa de controlá-los. Os sintomas tendem a mudar ao longo da vida. Assim como adultos, crianças e adolescentes tendem a ocultar os sintomas. Nem sempre manias e rituais em crianças são valorizados por pais e professores, mas quando ocorrem em grande intensidade e persistem de modo a causar prejuízos na rotina da criança, merecem atenção.
Cabe aos pais e demais adultos da convivência estarem atentos à rotina e comportamento da criança/adolescente. Sintomas mais frequentes: rituais de higiene repetitivos e exagerados; repetições de ações; checagens e contagens compulsivas, deixar tudo simétrico; entre outros. O TOC costuma causar grande sofrimento psíquico para eles; a criança pode achar que se não cumprir determinada tarefa, algo de muito ruim pode acontecer; passam a ter ideias de autopunição pois acham que tudo de errado que acontece é consequência de algo que deixou de fazer. O TOC pode expor a criança/adolescente ao bullying e predispor a outros transtornos psiquiátricos. Muitos tendem a se isolar, evitar contato social.
O TOC na infância e adolescência pode afetar a vida emocional, social e comprometer o rendimento escolar à medida que os pensamentos obsessivos, rituais e compulsões os tornam mais desatentos e, naquelas em que há manifestação de perfeccionismo, a criança pode ficar focada em detalhes e não ampliar o repertório de aprendizagem.
O tratamento para o TOC infantil prevê psicoterapia comportamental, medicação quando necessário, suporte familiar e escolar. Quanto mais precoce o diagnóstico e tratamento, melhor o prognóstico e qualidade de vida.

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon

© 2023 by Grace Homecare. Proudly created with Wix.com