TECNOLOGIAS PARA INCLUSÃO

O site www.tecnologiasparainclusao.blogspot.com apresenta os Apps aBoard, araboard e Catraquinha como formas de Comunicação Alternativa, conforme link abaixo:

CHUPS

APLICATIVO CHUPS @chupsapp desenvolvido pelo brasileiro Gabriel Nunes Reynoso promete ajudar pessoas com autismo a se COMUNICAREM melhor.


Depois de observar as dificuldades enfrentadas pela irmã com autismo, Natália, de 18 anos, que NUNCA aprendeu a FALAR, seu irmão desenvolveu esta tecnologia para ajudá-la, auxiliando também muitas outras pessoas com a mesma dificuldade.


O aplicativo foi lançado no final de 2017 e permite a comunicação eficiente também para aqueles que NÃO ESCREVEM, além de ajudar em momentos de CRISE!


Suas principais funcionalidades são uma AGENDA, CARTÕES de COMUNICAÇÃO, teclado de VOZ e ajuda para compreender o que está SENTINDO. O app custa R$ 16,90 e só está disponível para iPads — ele pode ser baixado na App Store.

O legal é que podemos PERSONALIZAR OS CARTÕES, DIGITANDO um título para cada cartão, que será VOCALIZADO sempre que eles apertarem no mesmo. 
Neste exemplo, tirei uma foto do Matheus com o carrinho e digitei “Brincar de carrinho” no cartão. Cada vez que alguém clicar nesse cartão, a “voz” do aplicativo dirá: “brincar de carrinho”.

IMG_6347.jpg

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

Lagarta Vira Pupa

ENSINANDO OPOSTOS/DISCRIMINAÇÃO (APP COMUNICO)
A Fernanda Orsati, do @inclusivetodos , é quem tem orientado a gente na implementação do aplicativo de comunicação alternativa. E os jogos e brincadeiras são uma ótima oportunidade pra fazer isso de forma lúdica e dentro do contexto. Hoje, eles brincaram de jogo da memória. Dá pra trabalhar várias coisas nesse jogo:
📍Quem joga agora, quem ganhou ponto (eu/você)
📍Ao virar as 2 cartas (igual/diferente)
📍Se quer continuar a jogar (sim/não)
📍Se o jogo é bom/ruim
📍Qual bicho aparece (ele tem uma pastinha no app só com bichos)
Percebam que o espertão quis roubar os pontos da tia Fer no final.🤣
Temos trabalhado bastante com o app. Theo usou a comunicação por troca de figuras (PECs) por muitos anos, e estamos fazendo a transição pra um sistema mais sofisticado.
Não custa lembrar que o uso da comunicação alternativa ainda é cercado de mitos sem fundamento. Não existe isso de “acomodar a criança” ou “atrasar a fala”. Muito antes pelo contrário: uma revisão de 76 estudos de schlosser & wendt (2008) indicou que a maioria deles reportou um aumento na produção da fala com o uso da CAA (comunicação alternativa e aumentativa).
Mas, se por um acaso a criança não vier a falar, pelo menos ela aprendeu o mais importante, que é se comunicar!😊
P.S: o Comunico é só pra iOS. Pra Android tem outras opções como o Let me Talk, o Inclusive Todos, o Sonoflex e o Aboard. #caa#comunicacaoalternativa #autismo#apraxiadefala #paralisiacerebral#sindromededown

Captura_de_Tela_2019-11-13_às_12.15.18.p

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

Dani Botelho

Como explica a mestre em ABA Dani Botelho em seu IG:

 

"Você pode ter visto alguém escrever em um caderno para responder a uma pergunta.


Talvez você tenha visto pessoas usando a linguagem de sinais ou outros gestos.
 

Você pode ter visto alguém apertar botões em um computador que fala por eles.
 

Essas são todas as formas de comunicação aumentativa e alternativa, ou AAC.

AAC inclui todas as maneiras pelas quais compartilhamos nossas idéias e sentimentos sem conversar.

 

Todos nós usamos formas de AAC todos os dias.
Você usa o AAC quando usa expressões faciais ou gestos em vez de falar.
Você usa o AAC quando escreve um bilhete e a passa para um amigo ou colega de trabalho.
Podemos não perceber com que frequência mas nos comunicamos sem conversar.

Pessoas com problemas graves de fala ou linguagem podem precisar do AAC para ajudá-los a se comunicar. Alguns podem usá-lo o tempo todo.

 

Outros podem dizer algumas palavras, mas usam o AAC para frases mais longas ou com pessoas que não conhecem bem.
 

AAC pode ajudar na escola, no trabalho e ao conversar com amigos e familiares.

Tipos de AAC para se comunicar.

* Sistemas não assistidos
Você não precisa de nada além do seu próprio corpo para usar sistemas sem ajuda. Isso inclui gestos, linguagem corporal, expressões faciais e linguagem de sinais.

*Sistemas assistidos

Um sistema assistido usa algum tipo de ferramenta ou dispositivo.
Existem dois tipos de sistemas assistidos - básico e de alta tecnologia.
Uma caneta e um papel são um sistema básico.
Apontar para letras, palavras ou figuras em um quadro é um sistema básico de auxílio.
Apontar para letras ou imagens na tela do computador que fala por você é um sistema de alta tecnologia".

Captura_de_Tela_2020-04-17_às_17.11.34

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

Dra. Deborah Kerches 

Como explica a Dra. Deborah Kerches:

 

"A linguagem não envolve somente o desenvolvimento da fala. Podemos nos comunicar de diversas maneiras e a comunicação é a forma de nos relacionarmos com as pessoas e o mundo ao nosso redor.
Pessoas com autismo apresentam comprometimento em maior ou menor grau na linguagem receptiva e expressiva. Não se fazer entender, ter dificuldade em solicitar, expressar o que sente e deseja pode causar desconforto, ansiedade, baixa auto-estima, muitas vezes culminando em um comportamento inapropriado.
.
A comunicação suplementar e/ou alternativa (CSA) visa oferecer formas alternativas de comunicação não só para pessoas com autismo mas também com outras condições que comprometam o desenvolvimento da oralidade; objetivando possibilitar expressar suas emoções, preferências, desejos; possibilitando aprendizados mais efetivos e autonomia, além de favorecer a socialização.
A CSA não impede o desenvolvimento da fala, como muitos pensam; durante o uso da CSA, crianças, adolescentes e jovens com autismo têm também oportunidades de desenvolver a oralidade.
Os sistemas de CSA utilizam-se de vários recursos para auxiliar nos desafios da comunicação e da oralidade como: sistemas com fotografias, desenhos ou figuras, símbolos gráficos (que ajudam a expressar suas preferências quando aponta uma imagem e/ou coloca em ordem uma série de imagens, a entender regras e horários, por exemplo); sistemas gestuais; uso de ortografia; sistemas combinados; tecnologia assistida (como aplicativos para tablets e celulares, softwares para computadores, ferramentas computadorizadas de voz que podem substituir ou complementar as impressas).
O uso da CSA exige indicação criteriosa e um trabalho de adequação para que as estratégias escolhidas realmente atendam às necessidades de cada um. O respeito e atenção às individualidades fazem o uso deste recurso uma ferramenta de comunicação muito eficaz.
".

Captura_de_Tela_2020-06-22_às_17.05.43

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

Anita Brito 

Como explica o IG @anitabritooficial:

 

"Para que a comunicação se estabeleça é preciso haver um emissor e um interlocutor. Este último precisa entender o que está sendo comunicado. ⁣

É preciso também que quem está emitindo tenha recursos suficientes para se comunicar, quer seja através de gestos, símbolos falados ou escritos, imagens, recursos de alta ou baixa tecnologia, língua de sinais, enfim, o que possa ser utilizado como recurso para que a linguagem e a comunicação se estabeleçam de forma efetiva e funcional.⁣

Quando você faz uso da CAA, você está possibilitando essa efetivação da comunicação a qualquer indivíduo, independentemente da idade.⁣

Se sua criança tem dificuldades no estabelecimento da comunicação, você pode começar de forma simples, usando apoio visual de figuras que façam parte da rotina dela e que sirvam de modelo e apoio para comunicação entre vocês.⁣

Os elementos da rotina são um dos maiores facilitadores da comunicação, porque são constantes e significativos na vida de quem aprende".

Em sua palestra no Ico Project em Curitiba em 2018, Erin Lozott disponibilizou o seguinte material:

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon

© 2023 by Grace Homecare. Proudly created with Wix.com