INTEROCEPÇÃO

 

A interocepção é a função fisiológica do hipotálamo de ter percepções relacionada ao interior do organismo como o sistema cardiovascular, respiratório e gastrointestinal. A obesidade, por exemplo,  é um distúrbio hipotalamico cuja interocepção de saciedade se acha prejudicada.

Como explica o site https://pt.sainte-anastasie.org/:

 

"Entendemos a interocepção com a percepção do estado interno do organismo, fornecendo informações sobre o funcionamento ou disfunção das vísceras e órgãos internos. É um significado que nos ajuda a manter a homeostase ou o equilíbrio corporal. Embora freqüentemente subestimada, a interocepção é algo vital para a sobrevivência: graças a ela podemos perceber que estamos feridos, que algo não está certo em nosso organismo, que precisamos de um suprimento maior de oxigênio, que precisamos beber água ou comer ou que somos sexualmente excitado.

Embora às vezes seja separado da interocepção, a percepção da dor ou nocicepção também seria incluído na capacidade de detectar mudanças no equilíbrio do corpo.

E não só isso, mas geralmente você acha interocepção como meramente fisiológico, a verdade é que ele está em grande parte relacionado com as emoções que experimentam. Por exemplo, não é fácil determinar se nós sentimos repugnância se o sentimento de repulsa não é acompanhada por sensações de tipo gástrico. E isso é importante quando se trata de autogerenciar nossas emoções e comportamentos, dependendo da situação em que vivemos e do que desperta em nosso corpo. Também está relacionado à percepção de si como entidade.

Para poder perceber a estimulação, é necessário que exista algum tipo de elemento encarregado de detectá-la. Em outras palavras, é necessário que haja algum tipo de receptor biológico.

Os receptores interoceptivos estão espalhados por todo o corpo, geralmente em todos os principais órgãos e vasos sanguíneos. Eles são encontrados no endoderma. O sistema interoceptiva não empregar um único tipo de receptor, mas recolhe informação mecanorreceptores (estirpe sensível), termoceptores (que registam a temperatura), barorreceptores (sensíveis a pressão arterial) ou (nociceptores que a ruptura de células e captura enviar sensações de dor) e relata o status de ou organismos em causa (estes receptores pode ser afetada por diferentes estímulos ou situações, dependendo do órgão específico que estão falando).

Estes são geralmente receptores que permanecem silenciosos, a menos que haja uma alteração que os ative e faça com que eles reajam enviando sinais. Por exemplo, geralmente não percebemos que nosso coração vai mais ou menos depressa, a menos que estejamos nervosos ou acelerado, ou que nos falta água, a menos que sua falta faça com que gerem sensações (que farão com que o sistema nervoso desencadeie a percepção da sede para compensar.

 

O senso de interocepção se estende a quase todo o conjunto de órgãos e tecidos do organismo. No entanto, o papel deste sentido tem sido explorado com mais frequência em alguns sistemas corporais específicos.

1. Sistema Cardiovascular

O sistema que recebeu mais atenção na investigação. Neste sentido, informação interoceptiva nos permite ter sensações cardíacas como a frequência ou aceleração do coração, ou os níveis de pressão arterial. É a informação que permite, por exemplo, perceber que estamos sofrendo de um ataque cardíaco, ou que nosso pulso está acelerando.

A percepção de alterações neste sistema baseia-se principalmente na ação do coração, envio de informações para receptores somatossensoriais do tórax. No nível do cérebro, especula-se que o hemisfério direito pode estar mais relacionado ao processamento consciente da informação cardíaca, mas as investigações realizadas não refletiram a existência de dados conclusivos a esse respeito.

2. Sistema respiratório

A interocepção pulmonar é outra das mais estudadas, também ligada a um grande número de possíveis sensações percebidas. Alongamento e dilatação, irritação e volume, pressão e movimento são algumas das informações capturadas. Também podemos compreender a existência de obstruções.

3. Sistema gastrointestinal

Movimento, distensão, temperatura ou até mesmo quimio-percepção são algumas das sensações ligadas à interocepção do trato digestivo. Embora grande parte da informação que é processada neste sistema seja normalmente consciente, tem sido observado que alguns Pequenos estímulos podem não gerar percepção consciente.

Alterações na interocepção

Interocepção é um senso de grande importância que nos permite ajustar nosso comportamento ao que está acontecendo internamente ao nosso corpo. No entanto, nem todas as pessoas trabalham corretamente, o que pode causar problemas diferentes.

Essas alterações podem ser decorrentes de excesso ou defeito: é possível que exista uma hipersensibilidade que faça os receptores interoceptivos se ativarem com pouca estimulação ou que os receptores não se ativem, o que dificultaria muito o ajuste da resposta comportamental.

É o que acontece com aquelas pessoas com insensibilidade congênita à dor com anidrose ou CIPA, não ser capaz de perceber o sofrimento gerado pela estimulação e (geralmente) a temperatura. Podemos também encontrar interocepção é alterada em várias condições psiquiátricas, como em alguns episódios de alucinações psicóticas próprios ou episódios maníacos. Finalmente, o consumo de algumas drogas e / ou intoxicação por algum elemento tóxico pode alterar a capacidade interoceptiva do organismo.

Referências bibliográficas

  • Quirós, P.; Grzib, G. & Conde, P. (2000). Bases neurofisiológicas da interocepção. Revista de Psicolo. Gral. Y Aplic., 53 (1): 109-129"

 

Como ensina o IG @asperger_tea_asperger:

"Por que alguns autistas tem dificuldade em identificar sensações como fome, sede, etc?
Ontem eu fiz uma postagem sobre minha dificuldade em perceber a fome. Muitos pais identificaram isso nos filhos, crianças ou adultos. O questionamento foi, pq isso acontece? é do autismo?
N é especificamente característica do autismo, mas pode ser (digo pode ser pq cada caso, é um caso) devido a nossas alterações sensoriais. Nessa situação em específico, o indivíduo tem certa dificuldade na interocepção.
Resumidamente, interocepção são as sensações q dizem respeito as condições fisiológicas, físicas do corpo. Ela fornece uma noção do nosso estado interno. Fome, sede, sensação de urinar, evacuar, são exemplos.
Alguns autista tem dificuldade nessa percepção. Então muitas vezes só percebos a fome qd estamos passando mal, só percebemos q deveríamos beber água, qd nossa pressão cai, só percebemos q precisamos ir ao banheiro quando escapa, ou qd começa uma coisa estranha na barriga q é na verdade a dor da bexiga quase estourando.
Qd era criança, em casa, eu sempre era lembrada de ir ao banheiro pq percebiam q eu quase não ia. Na escola, n tinha ninguém p/ me lembrar, então além de eu n saber pedir, eu também n sentia qd estava precisando. Resumindo, havia escape de urina na roupa mesmo.
Eu me lembro q as professoras ficavam muito bravas eu ia aos gritos com elas no banheiro p/ me limpar pq eu também n gostava q me tocassem. Elas sempre diziam q eu já era grande (7,8,anos) p/ urinar na roupa. Eu também n bebia água nem comia.
Qd eu mudei de escola, a única professora boa q eu tive, foi informada pela minha mãe q eu tinha essa dificuldade, então precisaria ser levada ao banheiro, lembrada de beber água de hora em hora e comer o lanche. Ela era muito boa e fazia isso sem brigar comigo.
Eu também n identificava o calor ou o frio, e até hoje parece q as vezes estou bem sobrecarregada sensorialmente, mas estou com blusa e n noto q é devido a blusa no calor, então alguém me fala pra tirar. Aí eu percebo, "Ah é mesmo deve ser isso". 

Captura_de_Tela_2020-10-07_às_16.17.44

FOME

@autistafalandodeautismo 

Como explica Pedro:

​"Em um sábado qualquer, acordei por volta de 7h00, tinha alguns afazeres, me sentia muito cansado, sem energia, meio "para baixo".

Por volta de 11h00 eu me alimentei e o cansaço foi embora, só aí então, percebi que tinha esquecido de me alimentar e estava a quase 24 horas sem comer nada. Abaixo explicarei o porquê isso acontece.

Isso ocorre devido ao Transtorno de Processamento Sensorial, que é uma condição em que o cérebro e o sistema nervoso do indivíduo tem dificuldade em processar estímulos do ambiente e dos sentidos. Dito isso, temos dois polos:

➡️ HIPERSENSIBILIDADE:
O autista é mais sensível na captação de estímulos do ambiente e dos sentidos, por exemplo, tenho uma mega sensibilidade a luz, cheiros e ruídos. Por isso que é comum vê autistas com a mãos nos ouvidos, com sensibilidade a algumas texturas, roupas, tecidos, etiquetas de roupas, entre outros.

➡️ HIPOSENSIBILIDADE:
O autista é menos sensível aos estímulos do ambiente e dos sentidos, por exemplo, tenho hiposensibilidade nas mãos, sempre que mexo com ferramentas me corto sem sentir, só vejo depois quando o sangue está escorrendo, as vezes esqueço de comer, pois raramente sinto fome, tem autista que corre, pula, gira, gosta de pressão, isso é uma busca de estímulos, por ser hiposensível, ele busca estímulos que lhe permitem sentir o corpo, existem também autistas que tem a sensação de dor diminuída, devido a hiposensibilidade, entre outros exemplos".

 

Captura_de_Tela_2020-10-07_às_16.55.14

COMO ESTIMULAR

@friskasensorial 

Como Estimular

Como ensina o IG @friskasensorial:

"Nós já falamos sobre esse sentido pouco conhecido das pessoas, o Interoceptivo, porém de extrema importância.
 

Ele é o responsável pelo nossa parte interna, quando.sentimos fome, frio, calor, sono, cansaço.
 

E como estimular nas crianças?
 

No começo temos que ir nomeando para eles, quando esta o cansados, com frio, com calor, com fome. E a medida que eles forem crescendo, fazê-los parar e observar as sensações do corpo.
 

Quanto mais eles forem aprendendo a se "escutar", sentir o corpo, melhor eles vão saber o que os incomoda e como podem resolver.
 

Isso vale para todas as crianças! E adultos também!"

OIP.jpg

DESFRALDE 

Dicas

O transtorno do processamento sensorial pode afetar a noção da bexiga cheia. Seguem no link abaixo então dicas para desfralde:

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon

© 2023 by Grace Homecare. Proudly created with Wix.com